Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

Resumo do triénio

São tantos os projetos desenvolvidos ao longo do triénio que torna-se difícil destacar um ou outro. Entretanto, este é um exercício que se faz necessário para dar a conhecer alguns dos ganhos conseguidos, a começar pela nossa atuação na sequência da erupção vulcânica e que o leitor pode se inteirar mais no artigo relacionado e já publicado nesta página oficial da CVCV. Algumas outras marcas destes últimos quase quatro anos, já que aqui se inclui, praticamente, todo o ano de 2017, são os progressos feitos ao nível das ações da Sociedade Nacional junto aos vários Conselhos Locais (CL), reforçando a coesão entre a família da CVCV, assim como a dinâmica imprimida pelos própios CL, assim como o reforço da nossa rede de parceiros.

Estes estavam certamente entre os objetivos traçados pelo Conselho Superior que ora finda o seu mandato e terão sido certamente apostas ganhas. Desde logo a administração propôs o reforço e alargamento das parcerias nacionais e internacionais e o engajamento e respostas aos apelos da CVCV e consequentes angariações em resposta à erupção vulcânica são disso exemplos.

Igualmente, este Conselho participou de forma regular nos vários encontros e assembleias gerais dos vários órgãos do Movimento Internacional da Cruz Vermelha, seja no âmbito regional ou global, como atestam as nossas participações em eventos como a IXª Assembleia geral da ACROFA em Libreville – Gabão, ou a 32ª Conferencia Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente vermelho em Genéve (Genebra) (Ver: Cruz Vermelha reforça compromisso e cooperações internacionais)

Uma outra prioridade importante foram também a efetivação de visitas a outros Conselhos Nacionais, nomeadamente à Cruz Vermelha de Portugal em Lisboa ou da Itália em Roma, ou a Espanha, com os quais ainda pudemos reforçar e/ou iniciar para as várias formações no âmbito das nossas parcerias. Um exemplo é a colaboração, com um técnico especializado, da Cruz Vermelha de Espanha na elaboração do nosso plano de atividade 2017/2017 (Ver Cruz Vermelha reforça compromisso e cooperações internacionais

As formações e qualificação do nosso pessoal voluntario e/ou do Conselho Superior e Executivo foram também uma das grandes deste triénio, destacando-se, entre outras, a nível internacional o, sejam no exterior, caso de Atelier de Planificação de Programa /Projeto e Relatório de Apoio e Atelier Programme/Projet, Suivi & Évaluation, Reporting, ou a nível nacional a Formação em Gestão de Catástrofes e Emergência pouco antes da erupção vulcânica e que revelou-se importante na nossa ação durante essa crise, ou ainda as várias formações desenvolvidas nas ilhas, tanto por iniciativa do Conselho Nacional quanto dos próprios Conselhos Locais (Ver: Atividades desenvolvidas nos Conselhos Locais e Atividades Desenvolvidas pelos Conselhos Locais) para além de muitas outras ações em vários domínios durante todo o triénio.

 

Ver ainda Parte I – Relatório de atividades do triénio e fique a par de todas as ações levadas a cabo ao fim destes últimos quase quatro anos.

Introduza as suas credenciais