Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

As comunidades que vivem ao longo das fronteiras porosas entre o Uganda e a República Democrática do Congo (RDC) permanecem em alto risco de propagação do Ébola. Milhares de pessoas cruzam todos os dias a fronteira para vender e comprar mercadorias e visitar familiares e amigos.

Com o epicentro do maior surto de Ébola na República Democrática do Congo localizado apenas a 100 Kms da fronteira com o Uganda, é crucial tentar conter e impedir que o vírus alastre.

A Cruz Vermelha de Uganda, com o apoio da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) tem vindo a ampliar a sua resposta ajudando a preparar as comunidades locais e tentando evitar a propagação do vírus.

Os Voluntários encontram-se em áreas de alto risco, sensibilizando as comunidades sobre o Ébola – fornecendo informações sobre o vírus, o que podem fazer para se protegerem e triando os milhares de indivíduos que cruzam a fronteira diariamente.

 Fonte: IFRC

Introduza as suas credenciais