Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

A grande aposta da nova direção da Cuz Vermelha de Cabo Verde é regionalização das estruturas e o modelo de governação através  de descentralização de recursos, de responsabilidades, atribuições  e atividades dos Conselhos Locais.

No momento, a Cruz Vermelha de Cabo Verde está a concluir o processo de eleição nos Conselhos Locais que irá permitir uma maior legitimidade dos órgãos, consentindo uma maior participação dos voluntáriops na gestão dessas estruturas.

Para se consolidar o reforço dos órgaos locais, serão transferidos para as estruturas locais mais responsabilidades e competências, acompanhadas  de recursos financeiros e materiais, dando-lhes mais autonomia e capacidade de gerência a fim de melhorar as suas capacidades de intervenção.

Ainda com o objectivo de romper com as práticas anteriores de gestão centralizada, a atual Direção propõe descentralizar a execução orçamental, as atividades, a gestão e a supervisão de projectos sociais dos Conselhos Locais.

"Esta opção estratégica do modelo de governação permite uma melhor planificação das intervenções, com ganhos de economia de escala;melhor racionalização dos meios; melhor coordenação e articulação e maior impacto nas intervenções, melhorando a capacidade de resposta a nível regional", garnte o Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde, Arlindo Carvalho.

Introduza as suas credenciais