Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

Conselho Local de S. Vicente

Confiantes e engrandecidos na missão de ajudar o próximo

 clsvajudarprox

Não obstante Cabo Verde contar com apenas seis casos confirmados da COVID-19, o reflexo do acentuado sofrimento humano que perspetiva uma crise com ameaças multifacetadas obriga-nos a focar cada vez mais na prevenção de forma a debelar ao máximo as infeções e mortes que vem devastando por todo o mundo. Essa calamidade mundial tem aumentado as necessidades humanitárias e exige da Cruz Vermelha ao nível planetário cada vez mais eficiência na prestação de uma assistência oportuna e inclusiva.

Perante este novo tipo de crise o governo, as instituições, em especial, as pessoas necessitam mais do que nunca da Cruz Vermelha, quer em termos de assistência, como de esclarecimentos e sensibilização.

É neste diapasão que os Concelhos Locais estão alinhados e segundo a Presidente do Conselho Local de S. Vicente, Romine Oliveira, os voluntários sob o seu comando estão confiantes nesta caminhada e a missão de ajudar o próximo muito lhes engrandece.

Neste período que vigora o Estado de Emergência o Conselho Local de S. Vicente implementou um novo modelo de trabalho para o lar de idosos. Para evitar a exposição dos seus funcionários garantiram-lhes transporte. O horário de trabalho passou-se para 12 horas com 24 de descanso. Dos 14 internos, conseguiu-se devolver 5 aos seus familiares e os 9 restantes que ficaram no lar reforçou-se--lhes o atendimento, os cuidados passaram a ser garantidos por dois enfermeiros a tempo integral e de forma alternada, semanalmente. As medidas de segurança foram fortalecidas.

No que concerne à sensibilização o Conselho Local da ilha de Monte Cara iniciou-se a produção de cartazes, com mensagens de reforço à prevenção, que serão distribuídos nas zonas de maior vulnerabilidade. A ideia consubstancia o impacto que se quers passar e a chamada de atenção de pessoas para este sério e preocupante problema do COVID-19.

Como foi noticiado, os 19 Conselhos Locais estão a adaptar as suas sedes, para que em caso de necessidades, serem utilizadas pelas estruturas de saúde da ilha ou do concelho e foi neste sentido que atendemos a solicitação do da Câmara Municipal da Rª Grande em Santo Antão, disponibilizando-os 6 camas, para reforçar o apetrechamento de um espaço que se destina a confinamento de pessoas caso for necessário, enalteceu Romina Oliveira.

Ainda no âmbito preventivo, aproveitando a dinâmica e o espirito e a vontade de ajudar o próximo que se vive no seio dos voluntários, decorre uma campanha de sensibilização para a doação de sangue.

Em colaboração com o Hospital Batista de Sousa, um enfermeiro, um assistente social e dois socorristas do voluntariado do Conselho Local de S. Vicente e dois Agentes da Polícia Nacional, estarão no terreno nos próximos dias para auxiliar pessoas de grande vulnerabilidade social e portadoras de doença mental crónica, na administração de medicamentos injetáveis receitados que, devido a especificidade de suas doenças não procuram os serviços de saúde. Prevê-se ainda, como medida de segurança neste período que vigora o estado de emergência, fazer a distribuição de outros medicamentos, prescritos pelos médicos deste hospital a pacientes com doenças crónicas, deficiências motoras e idade avançada.

Segundo a presidente do Conselho Local de S. Vicente a prioridade desta instituição humanitária é fortificar as medidas de segurança e proteção, intensificar as sensibilizações nas zonas de maior vulnerabilidade social.

Introduza as suas credenciais