Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

Por deliberação do Conselho de Ministros e sob a coordenação da FIICASE e com apoio das Câmaras Municipais, Conselhos Locais da Cruz Vermelha de Cabo Verde e Delegações escolares iniciaram no princípio desta semana o programa de assistência alimentar às famílias mais vulneráveis do país.

O propósito do programa é conseguir, no imediato, auxiliar cerca de 22.500 famílias cujo rendimento mensal se situa abaixo do salário mínimo nacional ou sem qualquer fonte de benefício. Graças ao mapeamento que identificam famílias carenciadas disponíveis nos 19 Conselhos Locais do país e a larga experiencia dos voluntários desta instituição humanitária neste tipo de trabalho, tem facilitado e tornado mais célere e eficaz esta partilha.

A quantidade de produtos que é destinado por pessoa, na composição de cada cabaz permite cobrir 45 por cento das necessidades básicas dos alunos e auxiliar 90 mil pessoas, o que equivale aproximadamente ao número de famílias projetadas. Cada cabaz é constituída por produtos de primeira necessidades como arroz, massa, feijão, óleo, leite, entre outros

Para uma maior transparência na compra dos produtos para o reforço de stock existente, sob a responsabilidade das delegações escolares, é feita mediante um plano de aquisição previamente estabelecida e aprovadas pela FICASE

Quanto aos géneros ou produtos doados procede-se a regras estabelecidas no que diz respeito à entrada dos mesmos nos armazéns através de um guia de entrada

Recorde-se que a constituição dos cabazes e sua distribuição foi definida de forma consensual e integram as delegações escolares em articulação com Câmaras Municipais, Serviços de Proteção Civil, Cruz Vermelha de Cabo Verde, Organizações Religiosas e ONG’s.

 

Introduza as suas credenciais