Últimas Notícias


Servindo Voluntariamente Cabo Verde e a Humanidade

A cidade da Praia, com a cedência do novo espaço em Achada Grande Frente, está melhor servida em termos de capacidade de internamento para dar combate ao COVID-19.

O Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde, Dr. Arlindo Soares de Carvalho recebeu ontem, 13 de abril, nas instalações desta instituição humanitária em Achada Grande Frente, o Diretor do Hospital “Agostinho Neto”, Dr. Júlio Andrade.

Este oftalmologista e responsável do maior hospital do país fez-se acompanhar pelo seu Diretor Clínico, Dr. Victor da Costa para “in loco” ver as condições da instalação colocada à disposição das estruturas de saúde do país para servir de apoio ao Hospital Central e fazer face a pandemia do COVID-19 que vem assolando o planeta.

Após uma análise minuciosa e técnica da instalação os dois responsáveis de saúde na cidade da Praia, consideraram que ela é ótima quer do ponto de vista de localização, como de especialidade para servir de extensão a enfermaria escolhida no hospital da  Praia para acolher possíveis pacientes infetados com o novo coronavírus.  

Durante a troca de impressão entre os presentes concluíram que, possivelmente, a instalação ora visitada servirá de espaço de internamento dos doentes que não estejam em estado grave, ficando a do hospital “Agostinho Neto” para os pacientes em estado critico que precisarão de uma atenção mais especializada e de aparelhos como ventiladores, entre outros.

Neste momento, a prioridade é apetrechar o mais rápido possível o espaço com equipamentos hospitalares imprescindíveis e orar para que não sejam necessário a sua utilização.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, já provocou mais de 117 mil mortos e infetou quase 1,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, quase 400 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Cabo Verde, segundo o balanço feito ontem pelo Diretor Nacional de Saúde da Saúde, Artur Correia registam-se 1 morto e 11 casos de infeção confirmados. 

Introduza as suas credenciais